Bombeiro Manel


bombeiro manel


Alinhamos no dumping


Bem podem tentar esticar o lençol, mas já não dá. Falamos das ditas receitas dos bombeiros obtidas no transporte de doentes e na emergência pré-hospitalar. É que em abono da verdade se os bombeiros já faziam dumping, ou seja, obtinham receitas que estão abaixo do valor real do serviço, com a pandemia essa situação só se agravou. A LBP já o disse n vezes, e quem era suposto ouvir invariavelmente assobia para o lado.

Neste momento, feitas as contas, os orçamentos das associações são um dos maiores suportes do Ministério da Saúde para o pré-hospitalar e para o transporte de doentes não urgentes. Neste caso, por maioria de razão, devido ao fato de estar restringido para metade o número de doentes transportados em cada viatura. Em ambos os casos, pré-hospitalar e transporte, devido aos custos acrescidos, que não são poucos, com a utilização pelos bombeiros de equipamentos de proteção individual contra o COVID-19.

Em termos gerais, esses serviços estão a custar em média, o dobro e até o triplo da receita que geram. Por isso, as contas são fáceis de fazer. Só falta que nos acusem formalmente de dumping.