PUB

Capa do jornal "Bombeiros de Portugal"

Director: Rui Rama da Silva

segunda-feira,

11/11/2019

21:37

Afinal não é bem assim

08/08/2019 10:44:48

Também me parecia que não seria bem assim, mas como li outro dia no jornal com os colegas aqui no quartel quis perceber melhor o que se passa.

Outro dia um jornal tinha na primeira página que “Koalas treinam para apagar fogos” e porque acredito que os bichinhos com o dito nome não estão metidos nisto fui tentar perceber. Então na realidade tratam-se dos novos helicópteros da Força Aérea que passam a chamar-se koalas.

Depois tentei perceber o resto, ou seja, de que modo é que se diz que vão apagar fogos e quando. Com ainda alguns meios aéreos em falta até eram já uma boa ajuda.

Quando abri o jornal, como suspeitava, afinal havia gato escondido com rabo de fora. Dizia afinal que “dar apoio no combate aos incêndios é uma das missões atribuídas”. Falavam também na busca e salvamento e instrução básica e voltavam à carga ao dizer que “estão prontos a dar contributo no combate aos fogos”.

Ao continuar a ler percebe-se que a conversa é de facto outra. Custou lá chegar, mas então percebe-se que “não fazem luta direta, mas caso seja necessário ajudam na coordenação de meios”, ou seja, mais uns para dar palpites, mas ninguém para ajudar na frente do combate. E só espero que com os koalas também não venham mais generais.

O que me parece disto tudo é que os ditos helicópteros até serão bons, servirão para muitas coisas, mas é bom que sejamos sinceros e honestos. Na prática eles vêm substituir os velhinhos helicópteros Alouette que de facto tanta ajuda deram no passado no combate aos fogos e que, entretanto, foram desaparecendo. Se os novos forem fazer o que os velhinhos já faziam, nada de novo, mas é bom que então façam. Não basta dizer, é preciso fazer. Nós cá estaremos no terreno, como sempre para dar o corpo ao manifesto, e ficamos à espera da preciosa ajuda.

PUB